Arquivo da tag: atividades

Atividades em Igatu, o que voce pode fazer aqui

A Vila de Igatu fica bem  no centro do Parque Nacional Chapada Diamantina em uma regiao rica de atrativos Naturais nell Estado da Bahia no Brasil.

A vila como um todo e fantastica e uma viagem no tempo, pode-se caminhar por trilhas antigas cheias de historia e ruinas de moradias garimpeiras.

Admirar os passaros, as borboletas, os insetos e as plantas do Campo Rupestre ecossistema considerado o mais rico da Chapada como ecodiversidade. As vezes dar de cara com algum animal, mamifero, reptil ou  anfibio.

Escutar a prosa dos antigos garimpeiros nos bares e praças da Vila ou  iniciarse na pratica de rappel ou bolders

Se interessar pela rica historia local visitando o Museo da Vila a ceu aberto ou o Centro Cultural Chic-chic, os ateliers de ceramistas, pintores ou a Galeria de Arte e Memoria.

Visitar o Poço Encantado, tomar banho no Poço Azul no Municipio de Itaete.

Refrescarse nas muitas cachoeiras e poços de agua pura ao redor da Vila.

Conhecer e andar de canoa no Marimbus, o Pantanal da Chapada.

ATIVIDADES:

Trekking (caminhadas)

Mountain bike (pode alugar uma bici ou trazer a sua)

Escalada em rocha ( contate a agencia local www.igatuescalada.com ) A Igatu Escalada Trekking é uma operadora de turismo de natureza e aventura, especializada em atividades de ecoturismo e montanhismo.

Caving (exploraçao de cavernas)

Birdwitching ( observaçao de passaros)

Fotografias ( safari fotografico)

Roteiro historico e cultural

Programaçao do Boi Estrela de Igatu 2014

 

MOVIMENTO CULTURAL BOI ESTRELA DE IGATU

O Boi Estrela de Igatu foi criado em 2007, durante as comemorações da Festa de São Sebastião (padroeiro da Vila), com a participação dos moradores, como manifestação popular catalisadora para um plano de Revitalização Cultural a partir das tradições presentes na região da Chapada Diamantina, especialmente as que surgiram em torno do Ciclo  do Diamante e do Ouro nesta região, tais como; ternos de reis, folias de boi, procissão das  almas, batuques do Jarê, quadrilhas juninas, queima da lapinha e etc.

 

 

 

        boi

 

 

21

 

         O bumba-meu-boi é por excelência uma manifestação que se caracteriza pela diversidade de manifestações e linguagens artísticas dentro de um mesmo auto popular.

Os temas musicais e teatrais, os assuntos e motivos para confecção de adereços, figurinos apresentam essencialmente os elementos característicos da região onde ocorre a manifestação. Desta forma o Boi Estrela de Igatu apresenta em suas manifestações os temas propostos pelo calendário das festas  tradicionais  da região.

O cortejo do Boi Estrela reúne os antigos garimpeiros, a banda musical de jovens, os artesãos, o grupo de teatro Maria Godó,  a Batucada do Boi Estrela, o Boizinho Cuca, o Terno de Reis, integrantes do Terno das Almas e as senhoras que cultivam as plantas medicinais. Nesse cortejo integram-se também  moradores da vila e visitantes. Nele tem lugar para todas as fantasias e alegorias que trazem para a rua alusões às figuras da história e do imaginário popular da Chapada Diamantina e do período do ouro e do diamante.

fonte Denny Neves

 

 

 

 

 

      

     

 

 

 

 

 

     

A chuva Chegou!

Finalmente uma boa chuva em Igatu e toda a Chapada Diamantina.

A pesar de algumas chuvas de curta duraçAo ter chegado neste mes de novembro a verdadeira e grossa chuvarada chegou ontem 28 de novembro. Ficamos muito felizes ao sentir o barulho do rio

descendo a serra. Agora sim as cachoeiras estao cheias e o banho garantido! Nossa estacao das chuvas tem que començar em novembro e assim foi. Necessitamos nos proximos messes pelo menos uma chuva boa a cada mes e assim garantir a agua para o inverno seco da Chapada.

Passeios da Vila de Igatu seguindo nosso mapa!

Peça o mapa na RecepçAo do Art Hotel Cristal no centro de Igatu bem na frente da PraçA e caminhe desfrute cada momento siga estas indicaçoes:

1-Simplesmente caminhe  a   Vila de Igatu  pois e fantastica! Tempo 2hs aprox.

2-pela Rua Sao Sebastiao visite a  Igreja  toda feita de pedras, O antigo cementerio, Museo e Galeria Arte e Memoria, ruinas do Bairro Luiz dos Santos, inicio da trilha Igatu-Passagem de Andarai tempo aprox. 2 hs

3-pela rua da Barriguda visite o Cruzeiro mirante da Vila, cachoeira das cadeirinhas, cachoeira dos pombos e inicio da trilha de Igatu para Mucuge, tempo 2 hs aprox

4- pela rua 7 de setembro, centro Cultural Chic Chic,  visite a Mina Brejo-Verruga, inicio da trilha para a Rampa de Caim, 2 hs

5- Rio Coisa Boa, banho no lago da Madalena, cachoeira das laranjeiras, tempo 2 hs aprox

6- Iniciaçao a escalada e boulders, escola de Montanhismo, Manga do ceu. Parque Urbano de Igatu

Peça no Art Hotel Cristal o mapa de Igatu para conhecer a Vila caminhando. Para passeios com guia de Turismo local peça na Recepçao ou contrate na Agencia especializada

Orquestra Sanfonica do Sao Francisco apresentada por Targino Gondim no Festival de igatu 2013

Idealizada por Targino Gondim, em conjunto com Celso de Carvalho, repetindo a parceria de sucesso do Festival Internacional da Sanfona, a Orquestra Sanfônica do São Francisco é também uma iniciativa de valorização da Sanfona, o principal instrumento das festas populares do país.

O projeto prevê a seleção de até 10 jovens instrumentistas do Vale do São Francisco, prioritariamente com idades entre 17 e 29 anos, com domínio intermediário da sanfona, para ensaios, formação de repertório e apresentação de estreia. Os selecionados passarão a integrar a orquestra que também é formada por sanfoneiros profissionais da região.orquestra-sanfonica-300x225

Todas as atividades são gratuitas, para os jovens e para o público.

A presente proposta abrange a realização de aulas práticas e reforço teórico, com ênfase em formação de repertório de show, com duração
aproximada de 3 meses.

Os ensaios acontecerão nas salas de oficinas do Centro de Cultura João Gilberto e na UNIVASF (Universidade Federal do vale do São Francisco).

Festival de Igatu 2013

Festival de Igatu garante Guilherme Arantes e Flávio Venturini na Chapada Diamantina

Nos próximos dias 5, 6 e 7 de setembro a encantadora Vila de Igatu, localizada no município de Andaraí, na Chapada Diamantina, receberá artistas como Jú Moraes, Targino Gondin e a Orquestra Sanfônica do São Francisco, Lula Gazineu e Banda Mandai, Guilherme Arantes e Flávio Venturini. No Festival de Igatu, além da boa música, todos poderão desfrutar do prazer de uma pequena vila do interior, que, nos tempos áureos do garimpo, chegou a ter mais de 7 mil habitantes e hoje tem aproximadamente 200 famílias.

No cenário perfeito, transitando entre as ruínas de pedra, os visitantes viverão três dias dedicados as artes, encontros literários, oficinas de reciclagem e de escalada, as apresentações culturais e a beleza musical dos corais. Estar em Igatu para viver o Festival será como passear pela memória histórica de um povo, ouvindo uma bela trilha sonora, que fará os turistas se encantarem com esse lugar, que fica perto do céu e jamais sairá da mente de quem o conhecer.

Maratona 42K Chapada diamantina em Igatu 2013 informaçoes

MARATONA 42K – CHAPADA DIAMANTINA – IGATU – BA

 

 

Informações Gerais

DATA: 15/11/2013
PROVA: Maratona 42k Chapada Diamantina
CIDADE: Igatu – BA
LOCAL: Praça José Gomes da Silva no centro da vila.Igatu – diamante da Chapada, é uma vila toda construída em pedra, que viveu o apogeu e a decadência do garimpo, e foi apelidada de Machu Picchu baiana por lembrar os famosos caminhos dos Incas. Fica na Serra do Sincorá, oferecendo assim uma vista magnífica sobre o Rio Paraguaçu. Hoje, tombada como Patrimônio Nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), é sem dúvidas uma cidade encantada, que foi cenário do filme Besouro (2009), do diretor João Daniel Tikhomiroff. O vilarejo tem atrativos especiais como a Galeria de Arte e Memória, um museu a céu aberto com utensílios do garimpo e dos escravos, e com exposições temporárias de artistas plásticos renomados. Um local ótimo para tomar café da manhã avistando as serras ao seu redor. Porém, não é apenas de tranquilidade que é feita a vila de Igatu. O povoado possui trilhas que seguem para diversas atrações naturais. Só ao seu redor, conta com quatro cachoeiras: a Califórnia, a dos Pombos, Córrego do Meio e Rosinha. Localizado no município de Andaraí, Igatu também é um dos destinos preferidos para quem curte praticar escalada em boulders.

A Chapada Diamantina é uma região de serras situada no centro do estado da Bahia, com vegetação exuberante, grandes rochas e cachoeiras.
Esse será o cenário da 42K Chapada Diamantina a primeira maratona em montanha do estado da Bahia.

 

CRONOGRAMA GERAL: Sexta-feira, 15 de Novembro.

- 12:00 – 20:00: Entrega de kits– Galeria Arte & Memória na Rua Luis dos Santos, s/n. Igatu-BA
- 16:00 Apresentação do GRUPO DE CAPOEIRA ESQUIVA de Andaraí

 

Sábado, 16 de Novembro.

 

- 05:00: Abertura da área de transição
- 07:00 Largada de todas as modalidades
- 17:00 Premiação
- 18:00 Encerramento da prova


- * Os Horários das premiações podem sofrer alterações sem aviso prévio, fique atento aos informes do evento.

 

As inscrições serão encerradas no dia 10 de Novembro de 2013

 

Clique aqui para fazer sua inscrição.

 

- R$ 760,00 Solo 42 km
- R$ 660,00 Por atleta no revezamento de duplas
- R$ 560,00 Por atleta no revezamento de quartetos.

Terno das Almas em Igatu na Pascoa

Ritual Terno das almas-realizado na cidade de Igatu-BA

 

 

 

 

 

 

 

Conheci o ritual “terno das almas” na vila de Igatú- Chapada Diamantina- BA, e fiquei absolutamente encantada com a beleza e poesia manifestada.Com poucos moradores e recortada pela exploração durante o ciclo do diamante, a Vila de Igatú é a possibilidade de um passeio intrigante e envolvente. Com seus casarios de pedras, ela também é conhecida como a Machu Picchu baiana.Para completar a minha surpresa, fiquei sabendo do ritual que é praticado todos os anos, por mulheres, na época da quaresma, com a finalidade de oferecer benditos aos mortos.

Vou reproduzir a explicação que recebi via e-mail de Marcos Zacaríades, artista plástico e criador da galeria Arte e memória. Ele também incentivou a volta do ritual, como conta a seguir:“O terno das almas é uma manifestação que ocorre durante o período da quaresma e trata-se de um ritual realizado pelas mulheres, em sua maioria, que se cobrem com um lençol branco e a noite percorrem as trilhas e becos do povoado para cantarem seus mortos. É utilizado um instrumento percussivo de madeira chamado matraca que tem a função de acordar os mortos para que ouçam os benditos que são cantados. O terno sai às ruas nas segundas, quartas e sextas feiras, fazendo tres estações em locais diversos do povoado.  Alí elas cantam e rezam.
Durante 23 anos o terno das almas tinha desaparecido das manifestações locais, sendo resgatado a partir do ano de 2003 quando propus que ex devotos se reunissem para reativá-lo,caso fosse o desejo daquelas pessoas, o que prontamente aconteceu.”

A vila de Igatú, com sua singularidade, foi uma grata surpresa, que meus olhos e coração registraram como um belo presente, neste PAÍS, que não consigo deixar de admirar e amar.

Gde abraço, em divina amizade.Sonia Guzzi

Muito obrigado Sonia Guzzi por sua colaboraçao no blog www.diamantedachapada.com.br

 

Flora de Igatu

A vegetaçAo da regiao da Vila de Igatu e a conjunçao de diversos eco-sistemas. Os estudiosos botanicos a denominam Campo Rupestre, caracterizada por plantas xerofitas adaptadas a poucas chuvas. Inclusive tem muitas plantas que absorvem umidade pelas folhas. No campo Rupestre encontra-se cactos entre eles o Xique Xique e o mandacaru, orquideas que crescem encima de pedras e com isolaçAo extrema durante o dia e grande amplitude termica. nat e capodan2012 003

 

Nos campos rupestres tambem incontram-se partes sombrias e umidas perto dos corregos e rios com liquenes. No fundo dos cannions onde corre agua o ano todo tem a formaçAo de nome: mata de grotao, com arvores de grande porte. Caminhando pelas trilhas entre as pedras nao e dificil encontrar bromelias e velozias, arbustos pequenos e algumas arvores de porte torto e crecimento lento. Podemos falar que estamos caminhando no meio a um jardim natural entre pedras de beleza cenica e plantas de formas raras e unicas pois sao endemicas. Tem epocas do ano que as velozias florecem em todo o seu esplendor e cores de roxo, lilas ou brancas. Mais sempre tem plantas floridas no Campo Rupestre devido a alta quantidade de diversas plantas que o formam. Prevalece a cor amarela nas flores ao redor da Vila de Igatu. Junto ao verde das folhas e o azul do ceu Temos as cores da Bandeira do Brasil na mesma Natureza! Que beleza! Aproveite para caminhar e conhecer a quantidade e a diversidade dos Campos Rupestres ao redor da Vila de Igatu, na trilha para a Rampa do Caim ou a caminho das cachoeiras e corregos, tambem nas velhas trilhas dos garimpeiros ou na estrada de pedra indo ou vindo de Andarai.