Historia de Xique Xique de Igatu

 

Exploradores, aventureiros e garimpeiros vindos do sul subindo pela Serra do Espinhaço em busca de terras,Ouro e diamantes entram na Bahia e acham diamantes no rio Cumbuca em 1844 e acabam criando a Vila de Santa Isabel do Paraguassu hoje Mucuge na Chapada Diamantina. Inicia assim a corrida a procura de riquezas specialmente ouro e diamantes na nossa regiao. Chegam mais pessoas especialmente de Minas  das cidades de Grao Mogol,Serro frio e Tijuco ( atual Diamantina) Tambem  do litoral digase Reconcavo e Salvador. Os senhores vem trazendo os seus escravos e capangos na cobiça de riquezas rapidas. Assim fundam Xique Xique hoje conhecida como Igatu de Andarai lugar onde acharam muita quantidade de diamantes e agua para lavar o cascalho e boa agua para fundar um povoado.

Do significado do nome nao se tem certeza, pode ser que ja naqueles dias se conhecia por esse nome um cacto muito abundante na regiao.

A agua abundante era elemento fundamental para lavar o cascalho e para a vida do dia dia, alem de refugios naturais nas pedras o que deu lugar as primieras casas da depois chamada Xique Xique. Assim foi se formando um Arraial com os primiero poseiros, escravos e capangas. Nas locas e tocas foram vivendo os primeiros garimpeiros, adicionavam uma parede rustica na frente para mais reparo, e dormiam no chao ou encima de camas rusticas feitas de pao, fogao de lenha e lampiao era tudo o que tinha como conforto os mais aventajados, outros muitos dormiam so protegidos pelas pedras diretamente no garimpo para nao perder de vista o seu lugar ou a posiCao na jazida. A comida era trazida pelos tropeiros ao lombo de mulas e assim foram se formando as trilhas que uniam Mucuge, Xique Xique,  Passagem de Andarai, Vale do Paty e mais tarde Lencois. Ao redor desta trilha principal foi se creando o povoado de Xique Xique com suas ruas calçadas de pedras e casas feitas com os materiais que achavam a mao especialemte pedras. O comercio començou a crecer na medida que aumentava a populaçAo e assim nasceram as lojas. Aqui se vendia de tudo, tinha delegacia, correio, luz eletrica gerada pelo rio Coisa Boa, casa de lapidaçAo, cartorio, infinidade de bares, padaria, armarinhos,

Assim foram chegando comerciantes de diamantes, prostitutas, ladroes, e na epoca aurea dizem que chegou a ter 9000 pessoas fixas no lugar. Com o passar do tempo a paisagem foi modificada totalmente A exploraçao de uma area definida como boa para garimpar inclui a limpeza do local geralmente com o fogo queimando a area assim se mata  ou expulsa animais peçonhentos como cobras, escorpioes e lacraias

Em geral o trabalho consiste na procura de tal cascalho para depois lavar este com agua  ajudados com uma batea de madeira e achar os tal cobiçados diamantes. Assim vai se producindo uma erosao provocada pelo homem que lenta mais continuamente despeja as areias, terras e materia organica nos corregos e rios onde a agua despeja nas partes mais planas nos vales rio abaixo. Este acumulo de material legero pode ser observado nos aredores da cidade de Andarai, no rio Paraguassu e no Rio Santo Antonio e nos alagados chamados de Marimbus.

A extraçao diamantifera durou um seculo desde a metade do sec 19 a te a metade do sec 20 durante o periodo formose uma vila prospera e grande toda costruida pedra sobre pedra a final o verdadeiro material abundante no local Foram calçadas as ruas mesmo nao tendo carros para circular, nem estradas para chegar ou ir embora. Nao existiam estradas que ligasem a Chapada com a Capital Salvador o com o Reconcavo. Mais as pessoas tinham riqueza e queriam viver como na cidade grande, andava se bem vestido especialemente nos dias de festa, tinha piano em muitas casas, tinha uma filarmonica  e loza estrangeira nas casas. O acceso era a lombo de mula ou cavalo. Do Reconcavo a forma mais rapida para chegar era subindo o Rio Paraguassu ate os rapidos da Vila de itaete e de ahi a pe ou sobre animais ate chegar nas serras da Chapada. As trilhas eram infestadas de ladroes e animais selvagens como onças e cobras o que rendia uma viagem perigosa e interminavel Assim muitas pessoas nao saiam da Vila ou nao abandonavam os garimpos.

No auge da cidade de Xique Xique tinha luz gerada por um pequenho usina no rio Coisa Boa e um telefone so um para emergencias e nas maos de um “coronel” aqui funcionaram 3 cinemas em diferentes epocas.

A Igreja foi costruida por doaçao de um garimpeiro que achou uma pedra de consideravel valor e dos esforços da comunidade tambem pedra sobre pedra Era muito concorrida todos os dias e as familias enterravam seus seres queridos costruindo bellisimas tumulos finamente decorados com estatuas e ornamentos. As festividades religiosaseram celebradas com fervor, especialemtne o padroeiro Sao Sebastiao

As brigas eram constantes e o delegado seguramente teria muito trabalho Existe uma rua com nome bem sugestivo rua da forca. A cobiça pelo poder dos melhores garimpos era intensa. Tinha prostibulos, tinha muito comercio, inclusive entalhadores de diamantes que depois comercializabam com os diamantarios que vinham de Minas e do Reconcavo.

Toda a paisagem ao redor da Vila foi alterada, todo mesmo foi mexido, tudo o que podia ser mudado de lugar foi mudado, excavando com metodos manuais, foram cavadas fendas enormes e profundas na procura do cascalho diamantifero, foram furadas enormes buracos nas montanhas, feitas obras de ingenieria para levar agua dos rios a te os garimpos, pontes, bicas, canais, barragens, muros de contençao, muros divisorios de terrenos e garimpos, casas precarias por todos os cantos, bairros enteiros com ruas e corrais para os animais podem ser vistos e reconhecidos por alicerces abandonados a te hoje, resultado de anos e anos de trabalhos por tantas pessoas foi o  afloramento de rochas enormes, amontoados de pedras, rios e corregos erosionados. Os tropeiros e comerciantes foram  criando uma trilha em sentido sur-norte no contraforte este da Serra do Sincora que partindo de Mucuge passa por Xique Xique, passagem de Andarai para atravessar o rio paraguassu, Andarai, lencois e por Barro Branco a te Afranio Peixoto com as deviaçoes para Vale do paty e Capao e no sentido este a ligaçAo com o porto de itaete Traziam por estas trilhas a comida para estas populaçoes garimpeias especialmente desde o paty e o vale do capao e do Baixao hoje vezinho de ibicoara. Destes vales fertis e ingremes, do centro da Serra proveiam de arroz, feijao, cafe, farinha, bananas, laranjas e carne de porco e charque alem de acucar, galinhas, tabaco de corda, aipim e nhame, andu gilo etc.

A principios do sec xx toma valor o carbonato, pedra diamantifera de escaso valor como joia visto que nao e trasparente e sem brilho mais como bom diamante muito duro usada como broca para furar Sendo exportada principalmente para Inglaterra para ser usada na costrucao do metro de Londres, o canal do panama, o canal do Suez entre outros.

A decadencia començou mais ou menos em 1940 devido a dificultade para achar pedras de valor e o aumento da concorrencia das jazidas descobertas em Sudafrica A vila comencou a ser abandonada pois os garimpeiros migraram para outras regioes especialmente Sao Paulo onde començAva o crecimento  industrial e economico e tinha necesidade de mao de obra forte e barata. os poucos garimpeiros e familias que restaram foram se juntando nas casas abandonadas do centro perto da Igreja e da praçA do mercado e comercio As casas e bairros abandonados foram sistematicamente saqueados e vendidas suas portas, janelas, telhas, madeiras e moveis para outras cidades da regiao como Nova Redençao ou Andarai.

Assim pouco a pouco a Vila començou a ruir e o garimpo a expirar. Nos anos 70 encontra a menos de 100 moradores vivendo da extraçAo das sempre vivas, flores dos Campos gerais que eram muito procurados e bem pagos por comerciantes paulistas e exportadores que vinham a Xique Xique a comercializar estas flores.

A te que isto tambem acabou um pouco pela extraçAo desenfreada e tambem pela criaçao do Parna Chapada diamantina no ano 1985 e os controis efetuados pelo Ibama A raiz da CriaçAo do Parque as atividades relativas ao turismo redescubriram a cidade e sua historia. As primeiras pousadas començAram a atrair os primeiros turistas. A primeira foi a Pouusada Diamantina de Marcelo landim e as Pedras de Igatu fundada por Ulisses Doria e Vania Bicalho no ano 93 no velho casarao do Coronel.

Igatu chegou e sobreviveu a te hoje porque foi costruido pedra sobre pedra e pode gabarse de ser a unica vila toda de pedras do Brasil. A pesar de Xique Xique ter fornecido tanta riqueza em diamantes a miseria e a fome cuasi jogam no esquecimento um pedacnho de historia da Bahia e do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>