Arquivos da categoria: Nós

Festival de Igatu 2020

O Festival de Igatu 2020 ja tem data marcada!!
Foi apresentada pela Secretaria de Turismo e Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Andarai o Calendario de Eventos para 2020 sendo que as datas do Festival e: 27, 28 e 29 de Agosto. A programaçAo ainda esta sendo estudada e contamos com voces para sugerir atraçoes e nos envie a foto e nome do seu artista favorito.

Loteamento Parque da Agua Fria

Novo loteamento Parque da Agua Fria no municipio de Andarai promete oasis de tranquilidade e lazer.
Adquira seu espaço proximo as belas Cachoeiras da Chapada Diamantina no Municipio de Andarai e bem pertinho da Vila de Igatu.agua fria
Lotes a partir de 2000 m2 com a posibilidade de contratar a casa de seus sonhos com empresa cadastrada dentro do
Loteamento.
Vendas abertas
Maiores informaçoes contatar whatsap +55 75 98320 4359DSCN3203IMG-20170203-WA0032

Igatuboulder 2020 chega a 8a ediçao! acompanhe a programaçao

Esse ano o Igatuboulder chega a 6a edição! Estamos esperando vocês para um festival de muita escalada, banho de rio, oficinas, experiências e vivências! Você não vai ficar fora dessa, vai? As inscrições estão abertas no nosso site: www.igatuboulder.wix.com/2020

Programação:

QUINTA-FEIRA 12/01
- Abertura do festival
- Café da manhã comunitário
- Mutirão/Gincana de limpeza
- Palestra segurança em boulder

SEXTA-FEIRA 13/01
- Roda de capoeira
- Campeonato Mirim

SÁBADO 14/01
- Aula de yôga
- Festa, Sorteio de prêmios e Show

DOMINGO 15/01
- Caminhada pelo PARQUE:
Ecologia e Patrimônio Histórico

Esse ano o evento busca consolidar sua responsabilidade socioambiental, voltando a atenção para as crianças da vila e celebrando junto com elas o poder da união pelo esporte. A verba arrecadada com as inscrições tem como objetivo primordial a compra de material escolar para a premiação do campeonato mirim local. Entendemos que as crianças são o futuro do nosso esporte, da sociedade e nossos maiores tesouros.

ENTROPIA

P1150490
ART HOTEL CRISTAL DE IGATU apresenta a Expo de pinturas da artista plastica Argentina Gabriela Lavezzari
compareça, em cartaz ate julho de 2014

Foi encontrado diamante de 29,6 quilates

diamante azul

Um diamante azul de 29,6 quilates, avaliado em milhões de dólares, foi encontrado na semana passada na mina de Cullinan, perto de Pretória, anunciou nesta terça-feira a empresa Petra Diamonds, que qualificou a pedra de “excepcional”.

“A pedra é de um azul intenso notável, com uma saturação, um tom e uma clareza extraordinárias, e conta com o potencial para produzir uma pedra polida de grande valor”, comemorou, em um comunicado, o grupo britânico, que explora a mina sul-africana desde 2008.

A empresa foi evasiva no que diz respeito ao valor exato que sua nova descoberta poderia alcançar, lembrando que os diamantes azuis são os mais cobiçados.

“Estamos realmente entusiasmados com o potencial deste diamante”, declarou a porta-voz do grupo, Cathy Malins, à AFP, lembrando que um diamante azul de 25,5 quilates foi vendido, em abril de 2013, por US% 16,9 milhões;

O maior diamante do mundo – o “Cullinan” -, uma pedra de 3.106 quilates, foi descoberto na mina de Cullinam, em 1905. Foi talhado em seguida e dois de seus fragmentos mais impressionantes fazem parte das joias da coroa britânica.

Energia do sol= gratis! temos que aproveitarla

ENCHÚFATE AL SOL – ES GRATIS!! – UN ENCHUFE SOLAR PARA COLOCAR EN VENTANAS.

2 maggio 2013 alle ore 18.10

Enchufe solar para ventanas que genera electricidad  -  Plug & Play (enchúfalo y úsalo)!!

Con capacidad de carga de 1000 mA / hora (10 h de duración) y una media de 5-8 horas para conseguir cargarlo completamente.

En una casa, ¿qué partes reciben en mayor grado los rayos del sol? Seguramente las ventanas, el elemento cuya función es permitir que entre la luz (además de poder generar corrientes de aire para ventilar el interior). Por tanto, son el lugar perfecto para colocar pequeños paneles solares que puedan generar energía de una forma renovable y limpia.

Es la idea de este nuevo cargador solar que tiene como objetivo ofrecer un enchufe portátil que se puede llevar a cualquier lugar, aunque diseñado para colocar en las ventanas. Un enchufe de ventana que imita a los tradicionales enchufes de pared que se han usado toda la vida. Y sin pasar por una complicada instalación eléctrica.

 


Los diseñadores de este enchufe cuentan que su objetivo ha sido crear un enchufe portátil que cualquier persona pueda instalar y usar sin necesidad de ser un manitas. Algo así como los periféricos Plug & Play (enchúfalo y úsalo) que se conectan a los ordenadores.

 

Un pequeño panel solar, que se adhiere a la ventana, y una batería que permite enchufar pequeños dispositivos eléctricos o almacenar la energía para utilizarla durante la noche.
El enchufe de ventana se acopla al cristal gracias a una ventosa. En un lado (el que apunta a la ventana, al exterior, lógicamente), tiene unas pequeñas células solares. En otro lado, el enchufe en sí. Los mini paneles solares reciben los rayos, el dispositivo los convierte en electricidad y, a través del enchufe, el usuario puede cargar sus dispositivos electrónicos o usar aparatos que no necesiten mucha potencia eléctrica. Simple. Práctico. Genial.

 

 

TAMBIÉN ALMACENA ENERGÍA …

Pero los enchufes no se usan todo el rato. Por eso, este enchufe solar de ventana almacena energía cuando no se está usando. De este modo, después de unas cinco o seis horas de carga (dependiendo de la incidencia de los rayos solares), ofrece diez horas de uso. Esto permite dejarlo en la ventana durante horas y, después, meterlo en el bolso, en la mochila o en la cartera para cargar los dispositivos más tarde, ya fuera de casa.

Pensado para poder llevarlo con nosotros a cualquier sitio y colocarlo en cualquier ventana expuesta al sol, aprovechando la energía solar para cargar nuestros gadgets.

DE INTERÉS >> 
La generación de energía solar está avanzando con la ayuda de la “Nanotecnología” … lo que nos aportará sorprendentes resultados y avances en nuevos dispositivos.

Nanotecnologia Energética

http://www.youtube.com/watch?v=oi1lNvVTTHo

El Futuro de la Generación Energética Nano-Eléctrica

http://www.youtube.com/watch?v=siMpzZ3-Qas

Nanociencia, nanotecnología y materiales avanzados – Microespacios

http://www.youtube.com/watch?v=o1sNVKrvRFQ
Información de interés sobre la ciencia de la Nanotecnología>>
http://www.youtube.com/watch?v=cYHxmIkhxkM

http://www.youtube.com/watch?v=KMSNFE1DRCQ
http://www.youtube.com/watch?v=WFPVdYklfrM

¿¿ DE QUIEN ES EL SOL ??
El sol también es tuyo.
Aprovecha su ENERGÍA.
Es LIMPIA !!
Es GRATIS !!

ATENCIÓN AMIG@S:
Este enchufe está recientemente anunciado para su lanzamiento próximamente.
Os mantendremos informados en este muro, de todos los detalles técnicos, precios, puntos de distribución en los diferentes países, etc …  para que llegue a todos los interesados.

ÚNETE AL PLANETA … Entra en ACCIÓN !!
JOIN THE PLANET … Take ACTION !!

10 Estrategias de ManipulaçAo da Midia

Chomsky e as 10 Estratégias de Manipulação da Mídia:

O linguista estadunidense Noam Chomsky elaborou a lista das “10 estratégias de manipulação” através da mídia:

1- A ESTRATÉGIA DA DISTRAÇÃO.

O elemento primordial do controle social é a estratégia da distração que consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e das mudanças decididas pelas elites políticas e econômicas, mediante a técnica do dilúvio ou inundações de contínuas distrações e de informações insignificantes. A estratégia da distração é igualmente indispensável para impedir ao público de interessar-se pelos conhecimentos essenciais, na área da ciência, da economia, da psicologia, da neurobiologia e da cibernética. “Manter a atenção do público distraída, longe dos verdadeiros problemas sociais, cativada por temas sem importância real. Manter o público ocupado, ocupado, ocupado, sem nenhum tempo para pensar; de volta à granja como os outros animais (citação do texto ‘Armas silenciosas para guerras tranquilas’)”.

2- CRIAR PROBLEMAS, DEPOIS OFERECER SOLUÇÕES.

Este método também é chamado “problema-reação-solução”. Cria-se um problema, uma “situação” prevista para causar certa reação no público, a fim de que este seja o mandante das medidas que se deseja fazer aceitar. Por exemplo: deixar que se desenvolva ou se intensifique a violência urbana, ou organizar atentados sangrentos, a fim de que o público seja o mandante de leis de segurança e políticas em prejuízo da liberdade. Ou também: criar uma crise econômica para fazer aceitar como um mal necessário o retrocesso dos direitos sociais e o desmantelamento dos serviços públicos.

3- A ESTRATÉGIA DA GRADAÇÃO.

Para fazer com que se aceite uma medida inaceitável, basta aplicá-la gradativamente, a conta-gotas, por anos consecutivos. É dessa maneira que condições socioeconômicas radicalmente novas (neoliberalismo) foram impostas durante as décadas de 1980 e 1990: Estado mínimo, privatizações, precariedade, flexibilidade, desemprego em massa, salários que já não asseguram ingressos decentes, tantas mudanças que haveriam provocado uma revolução se tivessem sido aplicadas de uma só vez.

4- A ESTRATÉGIA DO DEFERIDO.

Outra maneira de se fazer aceitar uma decisão impopular é a de apresentá-la como sendo “dolorosa e necessária”, obtendo a aceitação pública, no momento, para uma aplicação futura. É mais fácil aceitar um sacrifício futuro do que um sacrifício imediato. Primeiro, porque o esforço não é empregado imediatamente. Em seguida, porque o público, a massa, tem sempre a tendência a esperar ingenuamente que “tudo irá melhorar amanhã” e que o sacrifício exigido poderá ser evitado. Isto dá mais tempo ao público para acostumar-se com a ideia de mudança e de aceitá-la com resignação quando chegar o momento.

5- DIRIGIR-SE AO PÚBLICO COMO CRIANÇAS DE POUCA IDADE.

A maioria da publicidade dirigida ao grande público utiliza discurso, argumentos, personagens e entonação particularmente infantis, muitas vezes próximos à debilidade, como se o espectador fosse um menino de POUCA idade ou um deficiente mental. Quanto mais se intente buscar enganar ao espectador, mais se tende a adotar um tom infantilizante. Por quê? “Se você se dirige a uma pessoa como se ela tivesse a idade de 12 anos ou menos, então, em razão da sugestão, ela tenderá, com certa probabilidade, a uma resposta ou reação também desprovida de um sentido crítico como a de uma pessoa de 12 anos ou menos de idade (ver “Armas silenciosas para guerras tranquilas”)”.

6- UTILIZAR O ASPECTO EMOCIONAL MUITO MAIS DO QUE A REFLEXÃO.

Fazer uso do aspecto emocional é uma técnica clássica para causar um curto circuito na análise racional, e por fim ao sentido critico dos indivíduos. Além do mais, a utilização do registro emocional permite abrir a porta de acesso ao inconsciente para implantar ou enxertar idéias, desejos, medos e temores, compulsões, ou induzir comportamentos…

7- MANTER O PÚBLICO NA IGNORÂNCIA E NA MEDIOCRIDADE.

Fazer com que o público seja incapaz de compreender as tecnologias e os métodos utilizados para seu controle e sua escravidão. “A qualidade da educação dada às classes sociais inferiores deve ser a mais pobre e medíocre possível, de forma que a distância da ignorância que paira entre as classes inferiores às classes sociais superiores seja e permaneça impossível para o alcance das classes inferiores (ver ‘Armas silenciosas para guerras tranquilas’)”.

8- ESTIMULAR O PÚBLICO A SER COMPLACENTE NA MEDIOCRIDADE.

Promover ao público a achar que é moda o fato de ser estúpido, vulgar e inculto…

9- REFORÇAR A REVOLTA PELA AUTOCULPABILIDADE.

Fazer o indivíduo acreditar que é somente ele o culpado pela sua própria desgraça, por causa da insuficiência de sua inteligência, de suas capacidades, ou de seus esforços. Assim, ao invés de rebelar-se contra o sistema econômico, o individuo se auto-desvalida e culpa-se, o que gera um estado depressivo do qual um dos seus efeitos é a inibição da sua ação. E, sem ação, não há revolução!

10- CONHECER MELHOR OS INDIVÍDUOS DO QUE ELES MESMOS SE CONHECEM.

No transcorrer dos últimos 50 anos, os avanços acelerados da ciência têm gerado crescente brecha entre os conhecimentos do público e aquelas possuídas e utilizadas pelas elites dominantes. Graças à biologia, à neurobiologia e à psicologia aplicada, o “sistema” tem desfrutado de um conhecimento avançado do ser humano, tanto de forma física como psicologicamente. O sistema tem conseguido conhecer melhor o indivíduo comum do que ele mesmo conhece a si mesmo. Isto significa que, na maioria dos casos, o sistema exerce um controle maior e um grande poder sobre os indivíduos do que os indivíduos a si mesmos.